Ataque de pânico e arritmia: saiba os riscos dos remédios derivados de anfetamina

Oportunidade & Ajuda 2022-12-02 No Comments

Ataque de pânico e arritmia: saiba os riscos dos remédios derivados de anfetamina

O abuso de dois medicamentos destinados a pessoas com TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) por quem não precisa deles pode gerar uma série de problemas psiquiátricos, cardiovasculares e até gástricos.

Tem-se observado no Brasil, nos últimos anos, o aumento da procura por lisdexanfetamina (nome comercial Venvanse) e metilfenidato (nome comercial Ritalina).

São drogas classificadas como psicoestimulantes, que costumam ter um excelente resultado em pacientes com TDAH, mas que muitos que não têm a doença tomam com objetivo de melhorar o desempenho acadêmico ou profissional.

O grande problema, segundo especialistas, é justamente o abuso, seja ele por pessoas que não tomam essas medicações com acompanhamento médico ou que utilizam doses maiores do que as receitadas.

Indivíduos que têm algum quadro de transtorno psiquiátrico podem ter experiências ruins com o uso de Venvanse ou Ritalina, afirma a psiquiatra Carolina Hanna, do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

“Em pessoas que já têm um quadro de ansiedade de base, por exemplo, pode piorar a ansiedade. Pode desencadear um número maior de crises de pânico em quem já tem transtorno de pânico. Pode piorar a insônia. Em pacientes bipolares, pode descompensar o humor, induzir ao que a gente chama de virada de humor, levando a pessoa a um episódio de humor que pode ser bem prejudicial”, relata.

Leia a matéria completa em: Ataque de pânico e arritmia: saiba os riscos dos remédios derivados de anfetamina – R7

Tags :